A importância da audição

A audição é um sentido de alerta que nos auxilia em nossa própria defesa. Por meio dela podemos ouvir a buzina de um automóvel ou um alarme de incêndio. Além disso, a audição é o principal canal pelo qual a linguagem e a fala são desenvolvidas.

O conceito de “linguagem” é muito amplo, mas de maneira bastante simples podemos entender a linguagem como sendo a expressão do nosso pensamento. Ela é primordial para o relacionamento humano, podendo ocorrer de várias formas: pela escrita, por gestos e até pelas expressões faciais, mas, sem dúvida, a mais importante de todas é pela fala.

Um bebê ouvinte, quando está no útero materno, já consegue ouvir determinados sons, especialmente os batimentos cardíacos da mãe!! Quando o bebê nasce, ele continua a receber informações auditivas através da interação com o ambiente em que vive. Assim, vão sendo adquiridos conceitos e estabelecidas algumas relações, pois no processo de desenvolvimento, a criança precisa primeiro ouvir e entender aquilo que lhe é falado, para depois começar a falar.

Por exemplo, quase todos os pais brincam de dar “tchauzinho” para os bebês, acenam para eles, dizem “dá tchauzinho para a mamãe”, pegam a mão do bebê e a balançam, etc. Lentamente a criança começa a associar o som da palavra “tchauzinho” com o gesto de acenar. Consequentemente, após um tempo, quando os pais falam “dá tchau”, os bebês acenam. Ás vezes, o bebê ainda não fala, mas já entende o que é dito e consegue realizar a ordem de dar tchau.