Vacinação para pacientes usuários de Implante Coclear

Os pacientes usuários de implante coclear devem ser vacinados contra meningite, pois apresentam risco 30 vezes maior de contrair essa doença quando comparados com a população geral. O feixe de eletrodos do implante coclear funciona como uma via de propagação de infecções da orelha média para dentro da cóclea e, a partir daí, para as meninges, levando à meningite.

O principal agente envolvido nos casos de meningite relacionada ao implante coclear é uma bactéria chamada Streptococus pneumoniae ou simplesmente pneumococo.

As principais vacinas a serem administradas, portanto, são as vacinas anti-pneumocócicas, comercialmente conhecidas como Prevenar® (a partir de  6 semanas) e Pneumo 23® (maiores de 2 anos). O objetivo é prevenir a ocorrência de otites que possam infectar o feixe de eletrodos do implante e, consequentemente, levar à meningite.

A vacina Pneumo 23 deve ser repetida uma vez após 5 anos.

Existe uma divergência entre a recomendação do CDC (Center of Disease Control) americano e do Ministério da Saúde brasileiro quanto a esta recomendação. A vacinação contra meningite tipo C e gripe não são preconizadas nos EUA, somente no Brasil.

A meningite tipo C não causa otite e, portanto, não teria relação com o implante coclear, mas a vacinação é obrigatória no Brasil.

Já a vacinação contra gripe visa prevenir a ocorrência de otite média, não pelo vírus da gripe, mas por uma infecção bacteriana secundária a um quadro gripal. Deve ser aplicada anualmente, no início do outono, pelo resto da vida.

Todas estas vacinas são administradas gratuitamente para todos os usuários de implante coclear, ou que estão prestes a realizar a cirurgia, sendo exigido apenas um receituário médico com a justificativa: “usuário de implante coclear”.

Recomendações do CDC americano:

– vacina contra pneumococo

– vacina contra hemófilos

Recomendações do Ministério da Saúde brasileiro:

-vacina contra pneumococo

-vacina contra hemófilos (menores de 19 anos não vacinados)

-vacina contra meningococo tipo C

-vacina contra gripe (influenza)

OBS: As vacinas administradas e o esquema vacinal variam de acordo com a idade do paciente.

Fonte: Manual do centro de referência em imunobiológicos especiais – Ministério da Saúde: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/-01VACINA/manual_crie_.pdf